Domingo, 11 de Outubro de 2015

Os microondas são perigosos?

Microondas (11-10-15)

Isso é um FACTO.

Sabe realmente por que é que os microondas são tão perigosos, além do facto de que eles filtram os nutrientes e alteram a estrutura molecular dos alimentos − para não mencionar que a comida cozinhada no microondas tem sido associada a níveis elevados de colesterol e de estresse, bem como uma diminuição nos glóbulos brancos do sangue? Não é só o que acontece dentro do microondas que representa uma ameaça para a saúde, mas a radiação que vaza para fora das portas de vidro e para dentro do corpo. Se cozinha regularmente os alimentos no microondas e não fica a uma grande distância (pelo menos 6 metros) quando o microondas está a funcionar, então corre um risco maior de:

  • Sistema imunológico comprometido
  • Baixa resistência a infecções virais e bacterianas
  • Defeitos de nascimento
  • Cancro
  • Problemas cardíacos
  • Catarata
  • Exposição a toxinas 

De acordo com a Agência para os Medicamentos e Alimentos dos EUA (FDA), a fuga de radiação que se escapa das portas de vidro do microondas é “insignificante” e “abaixo do nível conhecido prejudicial às pessoas.” No entanto, de acordo com a Powerwatch, uma organização sem fins lucrativos no centro do debate sobre o microondas e a saúde:

“Mesmo quando o forno microondas está a funcionar correctamente, os níveis de microondas na cozinha tendem a ser significativamente mais elevados do que os de qualquer estação de base para rede móvel, nas proximidades. Lembre-se também que as microondas irão viajar através das paredes, se o forno microondas estiver de encontro a uma parede interior”.

A verdade é que, se estiver a uma de distância de 30 cm de um microondas, fica em contacto com mais de 400 miligauss de radiação (apenas 400 miligauss têm sido fortemente associados à leucemia!). A radiação do microondas pode fazer com que os metais no corpo − como os encontrados nas obturações dentárias − se expandam e libertem toxinas, como o mercúrio, para a corrente sanguínea. Pode ocorrer dor crónica e danos celulares, pois o mercúrio tem sido associado a danos cerebrais em crianças, e problemas neurológicas e gastrointestinais em crianças e adultos.

Os olhos são particularmente vulneráveis, porque não têm os vasos sanguíneos necessários para dissolver o calor e estresse celular causado pela radiação do microondas. O uso de microondas tem sido repetidamente ligado às cataratas!

Um estudo de 2010 apontou mesmo para um efeito sobre o coração. Tanto os roteadores (routers) sem fio como os microondas emitem 2,4 GHz de radiação. Os pesquisadores descobriram que essa radiação de frequência do microondas teve um impacto sobre o coração, em níveis muito abaixo das directrizes de segurança federais.

A dra. Magda Havas da Universidade de Trent explica:

“Este é o primeiro estudo que documenta mudanças imediatas e drásticas, tanto na frequência cardíaca como na variabilidade da frequência cardíaca, causadas por um dispositivo aprovado que gera microondas, em níveis bem abaixo (0,3 por cento) das directrizes federais, no Canadá e nos Estados Unidos.”

Mais de 90% dos lares têm um microondas, que fica logo atrás da televisão como o aparelho favorito da América. A conveniência simplesmente não pode compensar o grande número de riscos para a saúde. Aqueça a comida no fogão e no forno, sempre que possível, e se deve “bombardear” a comida, saia do aposento enquanto o microondas está a emitir radiação. 

http://undergroundhealthreporter.com/fact-or-myth-are-microwaves-dangerous/

  

publicado por Rui Vaz às 09:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS