Segunda-feira, 27 de Julho de 2015

A artemisinina como uma cura natural do cancro

Vamos agora destacar outro remédio popular que está a atrair as atenções como um possível medicamento anti-cancro. Desde há milhares de anos, os chineses têm usado a artemisinina, ou extracto de artemísia (Artemisia annua), que teve um surto de popularidade na década de 1970 como uma cura eficaz para a malária falciparum resistente aos medicamentos. Mas os seus benefícios não se limitam apenas à malária e ao cancro. Se sofre de transtornos gastrointestinais, insónia, parasitas ou menstruação irregular, prepare uma tintura de artemisinina e veja os resultados!

Deve-se aos professores de bioengenharia da Universidade de Washington, dr. Henry Lai e dr. Narenda Singh, o mérito de trazerem para primeiro plano a artemisinina como uma cura natural do cancro. Eles descobriram que a artemisinina matava drasticamente as células do cancro da mama e as células da leucemia, sem lesar as células mamárias ou os leucócitos sãos. Concluíram que a artemisinina “pode proporcionar uma alternativa segura, não tóxica e de baixo custo para pacientes com cancro.” 

Um estudo realizado pelo dr. Robert Jay Rowen e publicado no Jornal Internacional de Oncologia mostrou que a artemisinina instigava actividade anticancerígena em vários tipos diferentes de células cancerosas, cultivadas em laboratório, e resistentes à quimioterapia.

O dr. Hoang de Hanói, Vietname, informou que 50% a 60% dos seus 400 pacientes com cancro entraram em remissão a longo prazo, após terem recebido tratamento com artemisinina e um protocolo do cancro integrativo e abrangente. Na verdade, ele relata que nenhum tipo de cancro foi indiferente aos derivados de artemisinina.

Outro estudo, conduzido por investigadores da Universidade da Califórnia e publicado em Ciência da Vida, revelou que os derivados de artemisinina mataram 28% das células de cancro do pulmão, no prazo de 16 horas, e quando combinados com suplementos de ferro 98% das células cancerosas foram eliminadas!

As células precisam de ferro para se replicar e dividir. As células cancerosas dividem-se de forma incontrolável e, portanto, têm concentrações muito mais elevadas de ferro do que as células sãs. É aqui que a artemisinina entra em jogo. A sua molécula é constituída por dois átomos de oxigénio que se decompõem na presença do ferro e formam radicais livres altamente reactivos que matam os parasitas da malária e as células cancerosas, deixando ilesas as células normais.

A artemisinina também actua como um sedativo, acalmando os nervos e ajudando a induzir o sono. Além disso, é um potente anti-inflamatório capaz de reduzir o edema e a dor, ajudando a tratar desordens gastrointestinais e doenças auto-imunes. A artemisinina pode ser usada para:

  • Menstruação irregular
  • Problemas gástricos
  • Febre
  • Incómodos da vesícula biliar
  • Perda de apetite
  • Vermes intestinais

Para problemas digestivos e outros males menores, tome 100-200 mg de um suplemento com extracto de artemísia. Se usar a artemisinina como um agente anti-cancerígeno, então tome 600 mg de um suplemento com 100% de artemisinina, duas vezes por dia, juntamente com os suplementos de ferro. Consulte sempre o médico antes de adicionar produtos nutricionais, mesmo de origem natural, ao seu programa de suplementos dietéticos. 

http://undergroundhealthreporter.com/5-minute-health-tip-artemisinin-as-a-natural-cancer-cure/

 

publicado por Rui Vaz às 09:05
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS