Sábado, 18 de Julho de 2015

A esquecida beterraba

As beterrabas podem muito bem ser um dos vegetais menos consumidos na América. Talvez tenham caído em desuso na nossa vida frenética e apressada do tudo instantâneo, porque exigem algum tempo de preparação. E as folhas de beterraba fazem a sua aparição na mesa ainda mais raramente do que a raiz de onde germinaram.

Mas com uma consciência crescente sobre saúde e nutrição, a popularidade das beterrabas e suas verduras também parece estar em ascensão.

A beterraba já existe há milhares de anos e desenvolve-se em todos os tipos de clima. O seu crescimento rápido permite fazer duas colheitas por ano, mesmo em muitas regiões setentrionais.

O regresso da beterraba dá-se de três formas primárias: sumo de beterraba, folhas de beterraba e raiz de beterraba, cada qual com um conjunto único de benefícios.

Se está à procura de uma bebida energética para aumentar a resistência, antes de fazer exercício, o sumo de beterraba proporciona exactamente isso. O sumo é rico em nitratos que ajudam a promover o fluxo sanguíneo e baixar a pressão arterial.

Contém ainda betalaína, um poderoso antioxidante que é anti-inflamatório, fungicida e ajuda na desintoxicação do organismo. O sumo de beterraba promove a saúde ocular e hepática, previne a anemia e ajuda a curar problemas de gota, rins e vesícula biliar.

As folhas de beterraba são consideradas como uma das mais ricas fontes alimentares de vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras, e contêm mais nutrientes benéficos do que a raiz. Possuem quantidades saudáveis de:

  • Vitaminas K, A, C, B1, B3 e B6
  • Minerais: cobre, potássio, manganês, magnésio, cálcio, ferro e fósforo
  • Carotenóides: luteína e beta-caroteno

Estes nutrientes fortalecem o sistema imunológico, combatem o cancro e as doenças cardíacas, ajudam a prevenir a osteoporose, aumentam a resistência óssea, e podem mesmo contribuir para evitar a doença de Alzheimer.

Em épocas passadas, comiam-se as folhas de beterraba, enquanto as raízes eram reservadas para fins medicinais. Hoje, esquecem-se as folhas e come-se a raiz.

A raiz da beterraba também possui quantidades saudáveis dos nutrientes acima referidos, sendo pobre em calorias e rica em fibras. Além disso, a beterraba crua proporciona uma excelente fonte de folatos, necessários para a síntese de ADN nas células.

A cor vermelha escura da beterraba deve-se à betalaína e outros fitonutrientes antioxidantes, os quais variam de vegetal para vegetal, criando não só um belo arranjo de cores, mas um conjunto de benefícios para a saúde. Assim, uma apresentação colorida de legumes na mesa traduz-se igualmente numa cornucópia de nutrientes.

O segredo foi revelado. As beterrabas e suas verduras oferecem uma dose dupla de nutrientes e minerais, todos combinados numa bela embalagem. Agora, cabe-lhe experimentar as mil maneiras diferentes de apreciar o seu rico sabor e benefícios salutares.

http://undergroundhealthreporter.com/the-forgotten-beet/

  

publicado por Rui Vaz às 02:54
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS