Sábado, 10 de Outubro de 2015

Ácido fólico

Ácido fólico (10-10-15)

Se anda mal-humorado ou esquecido ou lhe foi diagnosticada uma depressão, pode estar com falta de ácido fólico, uma vitamina B vital. E mesmo se não está a sofrer de nenhum destes sintomas agora, níveis baixos de ácido fólico vão aumentar consideravelmente o risco de que os vai ter um dia! Numerosos estudos têm ligado transtornos de humor, problemas de memória, apatia, desorientação e dificuldades de concentração à deficiência de ácido fólico. Esta deficiência é bastante comum entre os idosos, mas as mulheres que tomam pílulas anticoncepcionais e as pessoas com mais de 60 anos também estão em risco de ter níveis baixos de ácido fólico. Juntamente com a vitamina B12, o ácido fólico ajuda a controlar a homocisteína, o aminoácido produzido pelo organismo que, se estiver elevado, pode causar inflamação e lesar os vasos sanguíneos no cérebro. De facto, os estudos têm mostrado que um terço de todas as pessoas, que sofrem de depressão clínica, têm níveis elevados de homocisteína ou níveis de ácido fólico ou vitamina B12 anormalmente baixos. Muitos medicamentos esgotam as reservas de vitaminas B do organismo, incluindo o ácido fólico, o que pode fazer subir imenso os níveis de homocisteína. 

Quando souber a verdade sobre a homocisteína elevada, vai ficar realmente de mau humor. Pode ameaçar a sua vida. Níveis altos de homocisteína aumentam o risco de acidente vascular cerebral, doença de Alzheimer e doenças cardíacas. Entendo que todos devem ter os níveis de homocisteína verificados como parte do exame físico anual. O problema é relativamente fácil de corrigir, tomando os suplementos certos, e isso pode poupar-lhe uma vida de miséria.

O ácido fólico encontra-se em vegetais de folhas verdes, feijão, sumo de laranja, amendoim, gérmen de trigo e cereais de pequeno-almoço enriquecidos. Pode ser destruído por cozedura no microondas, cozinhar demasiado os alimentos, exposição à luz solar ou processar demasiado os alimentos. Devido à sua natureza frágil, a não ser que tome um suplemento de ácido fólico, não pode ter realmente a certeza de que está a receber esta vitamina na dieta, em quantidade suficiente.

Ácido fólico (alimentos) (10-10-15)

De:  “The Better Brain Book” − David Perlmutter (Riverhead Books, 2004)

  

publicado por Rui Vaz às 15:16
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS