Segunda-feira, 26 de Outubro de 2015

Coma mais feijão e viva mais tempo

Feijão (26-10-15)

Sabia que as pessoas que comem mais feijão − incluindo feijão enlatado − vivem mais tempo?

Pesquisas recentes sugerem que a quantidade de feijão ingerido pode prognosticar quanto tempo se vai viver. Infelizmente, 96% dos americanos não conseguem obter sequer a insignificante ingestão diária recomendada de meia chávena! Considerando que há 13 000 variedades de leguminosas − desde grão-de-bico até ervilhas e lentilhas − esta carência é difícil de desculpar.

Pesquisadores de diferentes instituições em todo o mundo examinaram a ingestão alimentar, no Japão, Suécia, Grécia e Austrália. Apenas um alimento se destacou como candidato a reduzir o risco de morte − os feijões! E o tipo de feijão parece não ter nenhuma importância. No Japão, a soja é popular, na Suécia, prefere-se feijão vermelho e ervilhas, e no Mediterrâneo, lentilhas, grão-de-bico e feijão branco estão no topo da lista. Todos estes feijões estavam ligados a uma maior longevidade.

Facto: Cada aumento de 20 gramas no consumo diário de leguminosas coincidiu com uma queda de 8% no risco de morte.

As leguminosas são pobres em calorias, ricas em proteínas, e cheias de vitaminas, minerais e antioxidantes. Elas têm fibra, ácido fólico, vitamina B1, ferro, magnésio, fósforo, potássio, e cobre, só para citar alguns. Tudo isso se traduz em regularidade do intestino, níveis de açúcar no sangue equilibrados, colesterol baixo e saúde cardíaca ideal! Sem mencionar que as leguminosas saciam rapidamente com menos calorias. São o alimento perfeito para perder e manter o peso.

Um estudo recente, publicado na revista Ciências Alimentares e Nutricionais, indica que os feijões enlatados estão a par com os feijões secos no que se refere ao valor nutritivo. Além disso, são muito mais convenientes, pois o feijão pode levar horas a ser cozinhado!

É interessante notar que os feijões enlatados são um pouco mais caros e podem ter até 100 vezes mais sódio do que os feijões secos. É que lavar e escoar os feijões secos remove parte do excesso de sódio, mas este mesmo processo também pode remover algumas vitaminas e minerais. Se gosta de legumes enlatados, então opte por variedades “sem sal” para garantir que não exagera no sódio.

Quanto à flatulência, não deixe que um pouco de gás o vá dissuadir do manancial nutritivo das leguminosas! A pesquisa mostra que, embora a flatulência entre em acção quando começar a incluir leguminosas na dieta, eventualmente o sistema digestivo vai acostumar-se e a flatulência diminui. Por outras palavras, aguente − o gás irá desaparecer a seu tempo! 

http://undergroundhealthreporter.com/eat-more-beans-and-live-longer/ 

 

publicado por Rui Vaz às 22:07
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS