Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015

Como o chocolate preto pode aumentar o metabolismo

Quando se inicia uma “dieta” tradicional, parece que tudo aquilo remotamente delicioso é removido do menu. A maioria das pessoas cortam em demasia a ingestão calórica, consomem alimentos sem gosto que até os coelhos evitariam, fazem exercício até cair para o lado e ficam totalmente infelizes. Mas não tem de ser assim.

Quem faz dieta quer manter um peso saudável e estar em forma. Sabe que os quilos a mais podem conduzir à doença cardíaca, diabetes e depressão, só para começar. Assim, como se consegue chegar lá?

A boa nutrição pode ter ainda um paladar fantástico. Na verdade, os alimentos frescos bem preparados são muito mais deliciosos do que as escolhas pré-embaladas, ricas em gordura, açúcar e aditivos. A maioria desses alimentos congelados e prontos a consumir tem um gosto horrível!

Quando a comida “real” começar a fazer parte da sua vida, nunca mais irá desejar esses produtos artificiais. 

Em vez de se alimentar com menos comida ou nenhuma comida, aquilo que precisa é comer os alimentos certos com mais frequência. Fazer escolhas, como os batidos verdes, que fornecem toneladas de fibra e nutrição com menos gordura e açúcar.

“68% da população americana tem excesso de peso − metade dessas pessoas são obesas.” − Centro para Controlo e Prevenção de Doenças.

O exercício não o deve assustar. Não tem de participar num triatlo para obter resultados. Os exercícios de baixo impacto e sem impacto e o treino de musculação vão dar-lhe resultados mensuráveis, ao mesmo tempo que fortalecem os ossos e músculos.

Yoga, tai chi, marcha, hidroginástica e treino ligeiro de musculação com faixas de resistência são maneiras baratas de exercitar o corpo, sem ficar com a sensação de que vai ser preciso uma semana para recuperar.

Ao longo dos últimos anos, os cientistas têm vindo a examinar os benefícios do chocolate preto. Enquanto o chocolate de leite e o chocolate branco são ainda tabu, a mistura de bons ingredientes em variedades com 70% ou mais de cacau é irrefutável.

Eis os 5 principais benefícios do chocolate preto:

  1. Um estudo publicado na revista Ciência Diária descobriu que o chocolate preto retarda a digestão, prolongando assim a sensação de saciedade durante mais tempo, o que pode reduzir as calorias até 15% na próxima refeição.
  2. O Jornal de Pesquisa em Proteoma relatou que o chocolate preto altera efectivamente o metabolismo humano, num bom sentido. As gorduras monoinsaturadas no chocolate escuro impulsionam o metabolismo, o que estimula o corpo a queimar gordura.
  3. As pessoas que comem chocolate preto têm menos vontade de comer alimentos com muito açúcar, sal e gordura.
  4. De acordo com o Jornal Americano de Nutrição Clínica, o chocolate preto não estimula a resistência à insulina que pode levar à diabetes. Quando o corpo é resistente à insulina, as células entram em inanição, porque não estão a receber o combustível de que necessitam. O resultado é maior ganho de peso.
  5. Tem-se demonstrado que o chocolate preto reduz a pressão arterial, os níveis de cortisol e estresse, e o “mau” colesterol LDL no corpo. Tudo isso se deve ao teor de cacau rico em antioxidantes, que não é imitado em outras formas de chocolate. A Faculdade de Medicina de Harvard descobriu que os flavonóides no chocolate preto reduzem o risco de doença cardíaca coronária.

Comer chocolate pode ajudar a diminuir o índice de massa corporal (IMC) − a medida que identifica a quota-parte do peso corporal total que é realmente gordura.

Uma variedade 100% natural, sem glúten e rica em fibras, contém todos os antioxidantes que fazem a fama do chocolate preto.

Ficar em forma e alcançar as metas para perder peso não tem de ser frustrante ou deprimente. Melhorar a saúde pode ir a par com a felicidade e a positividade, sem ter de se privar dos alimentos e sabores que mais lhe agradam. 

http://undergroundhealthreporter.com/how-dark-chocolate-can-boost-your-metabolism/

  

publicado por Rui Vaz às 09:09
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS