Sexta-feira, 11 de Setembro de 2015

Costeletas de porco panadas com parmesão e vegetais assados com vinagre balsâmico

Frutos oleaginosos moídos podem ser usados como substituto do pão ralado para fazer um “panado” saboroso, que pode ser facilmente temperado com ervas aromáticas ou especiarias a seu gosto.

4 doses

  • 1 cebola branca cortada em fatias finas
  • 1 beringela pequena, com a casca, cortada em cubos de 1cm
  • 1 pimentão verde fatiado
  • 1 pimentão amarelo ou vermelho fatiado
  • 2 dentes de alho picados grosseiramente
  • ¼ de chávena de azeite de oliva extravirgem, ou mais, se necessário
  • ¼ de chávena de vinagre balsâmico
  • Sal marinho (fino ou grosso) e pimenta-preta moída
  • 1 ovo grande
  • 1 colher de sopa de leite de coco
  • ½ chávena de amêndoas ou pecãs moídas
  • ¼ de chávena de queijo parmesão ralado
  • 1 colher de chá de alho em pó
  • 1 colher de chá de cebola em pó
  • 4 costeletas de porco com o osso (cerca de 180g cada)
  • 1 limão cortado em fatias finas 

Pré-aqueça o forno a 180°C.

Coloque a cebola, a beringela, o pimentão e o alho numa assadeira grande. Regue com 2 colheres de sopa de azeite e o vinagre. Polvilhe com sal e pimenta-preta a gosto e misture bem para envolver os legumes. Cubra a assadeira com papel de alumínio e leve ao forno durante 30 minutos.

Entretanto, bata o ovo com o leite de coco num prato pouco fundo. Misture a farinha de amêndoas (ou pecãs), o parmesão, o alho em pó e a cebola em pó, noutro prato. Tempere com sal e pimenta. Mergulhe cada costeleta de porco no ovo, cobrindo os dois lados. Passe depois os dois lados pela mistura de parmesão e amêndoas (ou pecãs) moídas.

Aqueça 2 colheres de sopa de azeite numa frigideira grande, em lume médio-alto. Junte as costeletas de porco e cozinhe até ficarem douradas (2 a 3 minutos de cada lado).

Quando os vegetais estiverem assados, retire a assadeira do forno e ponha as costeletas de porco por cima. Cubra as costeletas com as fatias de limão.

Volte a levar ao forno, sem cubrir, e asse durante cerca de 30 minutos, até que as costeletas estejam totalmente cozidas (o centro deve ficar levemente rosado) e os legumes estejam muito tenros.

De:  “Barriga de Trigo” − William Davis (Martins Fontes, 2014)
        “Sem Trigo Sem Barriga” − William Davis (Lua de Papel, 2015) 

  

publicado por Rui Vaz às 15:13
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS