Sexta-feira, 31 de Julho de 2015

O cardo mariano e e a doença de Cushing

Sabia que um extracto vegetal natural pode curar tumores cerebrais raros?

O cardo mariano tem sido utilizado na medicina tradicional há mais de 2000 anos, particularmente para problemas do fígado e vesícula biliar. Agora, um produto químico extraído das sementes da planta cardo mariano está a dar uma nova esperança para os tumores cerebrais causados pela doença de Cushing.

O novo estudo promissor sobre o cardo mariano e a doença de Cushing foi publicado na revista Medicina da Natureza, em Fevereiro de 2015.

A doença de Cushing afecta mais vulgarmente as idades dos 20 aos 50 anos. A condição decorre de um tumor na glândula pituitária (hipófise) no cérebro, o que aumenta os níveis da hormona do estresse adrenocorticotropina (ACTH). O excesso de ACTH faz com que as glândulas supra-renais excretem mais cortisol, outra hormona do estresse. Estas hormonas do estresse em excesso provocam então uma série de consequências negativas para a saúde, tais como rápido aumento de peso, pressão arterial elevada, fraqueza muscular, osteoporose, infecções, depressão e declínio cognitivo. 

Actualmente, o tratamento mais comum para quem sofre do mal de Cushing é uma cirurgia ao cérebro, e essa opção é usada em cerca de 85% dos casos. O único tratamento adicional aprovado está associado a efeitos colaterais extremos.

Porém, no novo estudo na Medicina da Natureza descobriu-se que um extracto de sementes de cardo mariano, chamado silibinina, tratava com sucesso a doença de Cushing em culturas de células, cobaias animais e tecido de tumor humano.

O pesquisador chefe, Marcelo Paez-Pereda, explicou: “Nós sabíamos que a doença de Cushing é causada pela libertação excessiva de ACTH. Então, interrogamo-nos acerca da causa desta produção em excesso e como pôr-lhe cobro”.

Compelidos por essa questão, os investigadores finalmente confirmaram que o tratamento com silibinina retardou o crescimento dos tumores, bem como restaurou a produção de ACTH para níveis normais. O tratamento com silibinina foi ainda capaz de erradicar todos os sintomas da doença nos ratos vivos do estudo.

A silibinina e o cardo mariano já são reconhecidos como seguros para utilização em seres humanos; na verdade, ambos são amplamente utilizados para tratar outras doenças.

“A silibinina tem um excelente perfil de segurança nos seres humanos e já é utilizada para o tratamento de doenças do fígado e envenenamento”, diz Paez-Pereda.

Os investigadores do Instituto Max Planck, onde o estudo foi realizado, registaram uma patente para o uso de silibinina no tratamento de tumores hipofisários. Agora, estão a planear ensaios clínicos de silibinina em seres humanos com a doença de Cushing.

A doença de Cushing é rara, afectando apenas cerca de 5,5 em cada 100 000 pessoas. No entanto, esta nova pesquisa sobre a silibinina e os seus mecanismos no corpo sugere que ela pode ter efeitos curativos para outras condições de saúde mais comuns.

“Com a silibinina, podemos ter descoberto uma estratégia de tratamento não invasivo, não só para a rara doença de Cushing mas também para outras enfermidades, tais como tumores do pulmão, leucemia linfoblástica aguda ou mieloma múltiplo”, disse Paez-Pereda.

Além disso, a silibinina também pode oferecer grande esperança no campo da medicina veterinária, uma vez que a doença de Cushing é bastante comum em certos animais.

http://undergroundhealthreporter.com/milk-thistle-and-cushings-disease/

 

publicado por Rui Vaz às 21:48
link do post | favorito
De Catarina Morais a 31 de Janeiro de 2018 às 21:00
Sou doente de cushing diagnosticado em 2015, ja intervencionada em 2016.Tenho 42 anos e de momento estou em estudo pois estao a verificar um reinicio de todos os sintomas, os niveis estao altos e verifico um aumento de muitos mais sintomas. Os meus médicos consideram me uma reincidente da doença, e nao entendo se e bom ou mau. Toda a medicação de depressão foi alterada pois ja nada fazia efeito, bem como a da tensao arterial, que se encontra sempre em limites como 15/13. Crises de ansiedade e vontade de chorar sem motivos, mudanças subitas de humor, que nao consigo controlar e que esta a destruir o meu casamento.
Pretendo mais informaçoes pois so queria garantir uma qualidade de vida um pouco melhor, visto que tive de me despedir por nao conseguir fazer as minhas tarefas.
E gostava de saber se acham que esta doença com todas as falhas que provoca da direito a pedir a reforma por invalidez?

Sem outro assunto

Aguardo uma resposta

Catarina Morais
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS