Quarta-feira, 26 de Agosto de 2015

O mel manuka pode curar feridas?

Isso é um FACTO.

Antigamente, o mel era a ajuda curativa de confiança para as feridas. No início do século XX, porém, com a descoberta da penicilina e os antibióticos, o mel caiu em desuso, um remédio caseiro na melhor das hipóteses. Mas, tal como a moda, os remédios naturais também desfrutam altos e baixos de popularidade, e parece que o mel no tratamento de feridas está de novo em alta.

O mel não processado obteve os três “A” da cicatrização de feridas: antibacteriano, antifúngico e antioxidante. O mel é capaz de combater a infecção com a sua elevada concentração de agentes anti-bacterianos, como glicose, frutose, ácido e peróxido de hidrogénio que é libertado pela enzima glicose oxidase. 

Um estudo composto por 59 pacientes sofrendo de úlceras e feridas − 80% dos quais não podiam ser curados com tratamentos convencionais − mostrou que a aplicação tópica de mel tratou eficazmente 58 de 59 feridas!

No entanto, há um mel que se destaca de todo o grupo.

O mel manuka, proveniente do arbusto medicinal manuka, na Nova Zelândia, é o mel mais potente do mundo. Numerosos estudos clínicos têm demonstrado que o mel manuka pode destruir mais de 250 estirpes de bactérias, mesmo as mais resistentes:

  • MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina)
  • MSSA (Staphylococcus aureus sensível à meticilina)
  • VRE (Enterococos resistentes à vancomicina)

Tem-se comprovado que o mel manuka funciona tão bem, ou até mesmo melhor, como os anti-sépticos padrão no tratamento de bactérias, fungos, protozoários e todos os outros microorganismos infecciosos.

O mel manuka cura as feridas de forma tão eficaz devido ao seu ingrediente excepcional, o Factor Manuka Único (UMF). Ninguém sabe o que é esse factor único, excepto que só se encontra no mel manuka e é a chave para as propriedades curativas extraordinárias e a actividade antimicrobiana desse mel. Para ser “activo”, o mel manuka deve ter uma classificação UMF igual ou superior a 10.

Use o mel manuka para curar feridas, úlceras nas pernas, queimaduras, acne, rugas, tosse, refluxo ácido, infecções do estômago, problemas digestivos, úlceras e diarreia. 

http://undergroundhealthreporter.com/fact-or-myth-can-manuka-honey-heal-wounds/

  

publicado por Rui Vaz às 08:23
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS