Sábado, 11 de Julho de 2015

Os amendoins podem proteger contra diversas causas de morte

Um estudo recente, publicado no JAMA Medicina Interna (Jornal da Associação Médica Americana), mostrou que os amendoins podem proteger contra a morte, especialmente por doença cardiovascular. Num estudo que abrangeu 200 000 pessoas em todo o mundo, aquelas que costumavam comer amendoins e nozes tinham uma probabilidade bastante menor de ter morrido de qualquer causa, sobretudo de doença cardíaca, em comparação com as pessoas que não incluíam amendoins e nozes na sua dieta. Outro estudo recente aponta a razão pela qual os amendoins podem oferecer um benefício cardioprotector tão substancial.

Quando incluídos numa refeição rica em gordura, os amendoim melhoraram os níveis de triglicerídeos pós-refeição e mantiveram a função endotelial. Os investigadores separaram aleatoriamente 15 homens com excesso de peso, em dois grupos: um grupo de controlo que bebeu um batido com alto teor de gordura, sem amendoins incluídos, e um grupo de estudo que bebeu um batido com alto teor de gordura, incluindo 80 gramas de amendoim moído. Ambos os batidos equiparavam-se em calorias e macronutrientes. 

Os pesquisadores mediram os níveis de lípidos, glicose e insulina, 5 vezes após cada refeição, e também avaliaram a dilatação mediada pelo fluxo (DMF) para determinar a função vascular. Assim, apertaram o antebraço para restringir o fluxo sanguíneo e, em seguida, soltaram o garrote e mediram a dilatação da artéria braquial.

O grupo de controlo, que tomou o batido sem amendoins, experimentou uma diminuição média de 1,2% na DMF. No entanto, os que beberam o batido com amendoins não apresentaram nenhuma diminuição na função vascular, sugerindo que os amendoins ajudam a proteger a função vascular, quando fazem parte de uma refeição com elevado teor de gordura.

A função vascular está indissociavelmente ligada à saúde cardiovascular. A disfunção vascular promove a aterosclerose (endurecimento das artérias) e o desenvolvimento de placas coronárias que abrem o caminho para a doença arterial coronária. Quando se come uma refeição rica em gordura, a função vascular é prejudicada até que a gordura ingerida seja eliminada da corrente sanguínea. De acordo com o estudo, o amendoim parece suprimir esse efeito e pode assim ajudar a reduzir o risco de doença cardiovascular.

O pesquisador chefe, Xiaoran Liu, da Universidade Estadual da Pensilvânia, explica: “Estudos anteriores demonstraram que os indivíduos que consomem amendoim mais de 2 vezes por semana têm um risco menor de doença cardíaca coronária. O presente estudo indica que o efeito protector do consumo de amendoim pode ser devido, em parte, ao seu efeito benéfico sobre a saúde das artérias.”

Na verdade, os amendoins são uma leguminosa com uma grande riqueza em nutrientes. Representam uma fonte maravilhosa de vitamina E (8 mg por 100 gramas de amendoim) e fornecem 85% do valor diário recomendado de niacina. Também possuem um perfil nutricional rico em proteínas, fibras, folato e os minerais manganês, ferro, zinco, cálcio, selénio, magnésio e potássio.

As propriedades saudáveis do amendoim devem-se ao seu alto teor de gordura monoinsaturada, particularmente ácido oleico, a célebre gordura encontrada no azeite de oliva. Tem-se comprovado que as gorduras monoinsaturadas ajudam a aumentar os níveis do “bom” colesterol HDL e a baixar os níveis do “mau” colesterol LDL. Um estudo randomizado duplo-cego, composto por 22 pessoas, mostrou que uma dieta rica em gorduras monoinsaturadas (particularmente amendoim e manteiga de amendoim) reduziu o risco de doença cardíaca em 21%, por comparação com a dieta ocidental média.

Os amendoins também contêm antioxidantes polifenólicos como o resveratrol, que oferece benefícios protectores contra o cancro, doença cardíaca, derrame cerebral, doença nervosa degenerativa, doença de Alzheimer e infecções virais/fúngicas. São igualmente ricos em ácido p-cumárico, que tem sido associado a uma diminuição do risco de cancro do estômago, porque ajuda a suprimir a formação de nitrosaminas causadoras desse cancro.

http://undergroundhealthreporter.com/peanuts-may-protect-against-death-from-all-causes/

 

publicado por Rui Vaz às 14:46
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS