Sábado, 19 de Setembro de 2015

Os pães de “fast food” são um alimento seguro?

Isso é um MITO.

Ao examinar os riscos para a saúde de itens no menu das redes de comida rápida (fast food), o foco recai principalmente sobre as carnes e batatas fritas. Mas sabia que os pães de “fast food” representam um risco igualmente elevado para a saúde? De facto, eles nem sequer são pão autêntico, mas uma mistura dos ingredientes sintéticos favoritos da indústria alimentar − trigo refinado, mononitrato de tiamina, e conservantes e outras substâncias que comprometem a saúde. Para efeitos de análise, vamos examinar os ingredientes do popular pão Big Mac.

Trigo refinado:

Quanto mais branco for o trigo ou a farinha, mais refinado é e menos nutrientes possui. O trigo refinado é praticamente desprovido de qualquer valor nutritivo e contém um perigoso subproduto do processo de branqueamento − aloxano. O aloxano é uma toxina usada para induzir a diabetes em animais de laboratório saudáveis, a fim de testar depois tratamentos para a diabetes. O aloxano provoca a diabetes, ao inundar as células beta do pâncreas com radicais livres, destruindo assim estas células produtoras de insulina. 

Farinha de cevada maltada:

A farinha de cevada maltada tem sido associada a danos cerebrais, enxaquecas e doenças auto-imunes. Contém altas concentrações do aminoácido glutamato, que é uma excitotoxina que sobrecarrega o hipotálamo em níveis perigosos. O hipotálamo regula os sistemas nervoso e endócrino, e quando não está a funcionar correctamente pode causar problemas auto-imunes. A farinha de cevada maltada também está cheia de taninos, que podem desencadear enxaquecas em quem for alérgico.

Mononitrato de tiamina:

Uma vitamina B sintética, o mononitrato de tiamina é um aditivo encontrado em farinhas enriquecidas e cereais fortificados. Infelizmente, na forma sintética pode acumular-se no fígado e outros tecidos gordos, causando toxicidade celular e lesões hepáticas. Evite não só o pão Big Mac, mas também outros pães e cereais fortificados e enriquecidos.

Compostos de amónia:

Os pãezinhos de “fast food” são fabricados com compostos de amónia, como sulfato de amónio e cloreto de amónio. Estes conservantes provocam estragos no tracto gastrointestinal, causando diarreia e náuseas.

Azodicarbonamida:

Este condicionador, proibido em alguns países, é utilizado em quase 500 produtos alimentares. Também se usa para fabricar tapetes de ioga! A azodicarbonamida tem sido associada a dificuldades respiratórias, como asma, bem como cancro e irritação da pele. É um produto químico industrial que interrompe a formação e função das células imunes humanas, e a função hormonal. Além disso, aumenta o glúten, o que não é boa notícia para quem for intolerante ao glúten!

Claro está que o pão Big Mac, tal como outros pães de “fast food”, é aromatizado com xarope de milho cheio de frutose, contém óleos de soja e canola, para não mencionar os ácidos gordos trans que causam uma série de problemas de saúde, desde cancro a doença cardíaca.

Os pães McDonald não se portam melhor, pois são preservados com propionato de cálcio, ácido sórbico e propionato de sódio. Adicione-se estearoil-lactilato, DATEM (emulsificador), e mono e diglicéridos à mistura − com mais uma pitada de sal, açúcar, glúten e lecitina de soja − e aí temos um pão de “fast food” nada saudável! 

http://undergroundhealthreporter.com/fact-or-myth-are-fast-food-buns-safe-to-eat/

  

publicado por Rui Vaz às 08:35
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS