Segunda-feira, 7 de Setembro de 2015

Remédios para o cabelo grisalho

Nada faz uma pessoa parecer mais velha do que uma cabeça com cabelos grisalhos. Mesmo poucos cabelos grisalhos podem somar anos a um rosto e corpo de aparência jovem. As tinturas capilares tradicionais queimam o cabelo, podem causar erupções na pele e comichão no couro cabeludo, e até têm sido associadas a um maior risco de cancro! Não se preocupe: primeiro, vamos compreender as causas e enfrentar qualquer problema de saúde que pode estar a exacerbar a cor grisalha e depois vamos examinar alguns remédios naturais que actuam rapidamente no cabelo grisalho para revertê-lo à sua cor natural.

O cabelo grisalho é determinado pela genética, dieta, e saúde e bem-estar global. É uma parte iminente do envelhecimento, mas não precisa de o encarar com uma sensação de desgraça. A idade em que o cabelo começa a ficar grisalho depende em grande parte da genética, mas, como o campo da epigenética está a provar, temos uma palavra a dizer sobre como e quando os nossos genes se expressam, ao contrário do que se pensava anteriormente. É possível parar (ou acelerar) os cabelos brancos, através de escolhas do estilo de vida e a nutrição. 

Os folículos pilosos contêm células pigmentares minúsculas chamadas melanócitos, que dão a cor ao cabelo. À medida que envelhecemos, a actividade dos melanócitos diminui e o cabelo cresce sem cor, logo fica grisalho. Pesquisas recentes sugerem que o estresse oxidativo (danos dos radicais livres causados por uma vida a comer alimentos processados, beber álcool, fumar e viver em ambientes urbanos poluídos) faz com que o peróxido de hidrogénio se acumule, branqueando a melanina no cabelo para um tom grisalho. Uma dieta rica em vitaminas e minerais antioxidantes pode neutralizar o dano oxidativo e rejuvenescer os melanócitos.

As seguintes condições de saúde também podem causar envelhecimento prematuro e a cor grisalha:

  • Distúrbios da tireóide (transtornos como hiper e hipo-tiroidismo, doença de Grave, doença de Hashimoto)
  • Deficiência de vitamina B12
  • Deficiência de ferro
  • Carência de iodo
  • Deficiência de cobre
  • Perturbações intestinais (doença de Crohn, doença celíaca)
  • Complicações da cirurgia de “bypass” gástrico ou outros problemas de estômago que prejudicam a absorção
  • Vitiligo (transtorno caracterizado por perda de melanina e despigmentação da pele com manchas brancas)
  • Menopausa precoce
  • Tabagismo

A medicina oriental aponta para um distúrbio subjacente que provoca envelhecimento prematuro e cabelos grisalhos. A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) atribui a cor grisalha à má qualidade do sangue e função renal comprometida como possíveis instigadores, e recomenda fortalecer com os seguintes alimentos:

  • Clorofila
  • Melaço
  • Sementes de gergelim preto
  • Urtigas
  • Algas hijiki
  • Erva do trigo

A medicina tradicional ayurvédica da Índia sugere reforçar os rins e fígado com bringaraj − uma planta medicinal cuja tradução é “rei do cabelo”. Tem sido igualmente elogiada como um tratamento para a tosse, vermes intestinais, anemia, hepatite e diversas doenças da pele.

A bringaraj pode ser tomada internamente ou aplicada topicamente no couro cabeludo. As plantas medicinais ayurvédicas são poderosas, e porque equilibram as energias do corpo é importante trabalhar com um profissional experiente para garantir que o organismo não fique descompensado.

A amla, ou groselha indiana, é outro popular remédio ayurvédico para os cabelos grisalhos. Cheia de antioxidantes, incluindo uma grande concentração de vitamina C, a amla reverte o tom grisalho e fortalece o cabelo. O tratamento pode ser feito com óleo ou polpa de amla. Misture polpa de amla com umas gotas de sumo de limão e massage no couro cabeludo, todas as noites. Remédios fáceis para o cabelo grisalho que levam menos de 5 minutos para aplicar!

Se não tolera de modo nenhum os cabelos grisalhos e quer uma solução imediata, use uma tintura capilar natural à base de henna, sem amónia, PPD (para-fenilenodiamina), peróxido, parabenos, resorcinol, metais pesados ou OGM. 

http://undergroundhealthreporter.com/5-minute-health-tip-gray-hair-remedies/

  

publicado por Rui Vaz às 22:10
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS