Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015

Sementes de linhaça para a hipertensão

Sabia que as sementes de linhaça podem ser um tratamento natural barato para a hipertensão?

A pressão arterial elevada (hipertensão) afecta 1 em cada 3 americanos (68 milhões) e é a razão número um para as visitas ao médico.

Os Institutos Nacionais de Saúde consideram uma leitura de 140/90 mmHg indicativa de hipertensão.

Os riscos da pressão arterial elevada incluem comprometimento cognitivo, aneurisma, síndrome metabólica, doença cardíaca e acidente vascular cerebral, entre outras condições potencialmente fatais. Os medicamentos para a pressão arterial − diuréticos, inibidores da ECA (enzima conversora de angiotensina) e beta-bloqueadores − vêm com efeitos colaterais diversos, incluindo:

  • Perda de minerais essenciais e subsequente deficiência de nutrientes
  • Lesões renais
  • Disfunção eréctil
  • Distúrbios digestivos
  • Triglicerídeos elevados (gordura no sangue) e (mau) colesterol LDL
  • Problemas de visão
  • Ansiedade e agitação
  • Anemia

As sementes de linhaça são um remédio natural para a hipertensão, que se tem mostrado muito prometedor em estudos recentes. As sementes de linhaça são ricas em ácidos gordos essenciais ómega-3, fibras e lignanas (um antioxidante que protege contra danos oxidativos).

Estudos prévios em animais demonstraram o efeito positivo das sementes de linhaça na hipertensão, mas um estudo recente publicado na revista Hipertensão é um dos primeiros a mostrar que as sementes de linhaça baixam a pressão sanguínea em seres humanos.

A hipertensão é um sintoma comum da doença arterial periférica, uma patologia na qual se acumula placa nas artérias da perna. Para o estudo, os pesquisadores separaram 110 pessoas com doença arterial periférica, em dois grupos.

  • Um grupo comeu 30 gramas de semente de linhaça moída, sob a forma de bolinhos, massas e pães, todos os dias durante um ano.
  • O grupo de controlo comeu os mesmos alimentos durante o mesmo período de tempo, mas sem nenhuma semente de linhaça misturada.

Após seis meses, 24 pessoas desistiram do estudo. Dos pacientes restantes:

  • Aqueles no grupo das sementes de linhaça, que começaram com uma leitura da pressão arterial sistólica de 140 mmHg ou superior, descobriram que a sua pressão arterial baixou 15 mmHg, em média. O valor da pressão diastólica também baixou 7 mmHg, em média.
  • Os doentes que não estavam na dieta das sementes de linhaça não mostraram alterações nas leituras da pressão sanguínea.

Estes resultados impressionantes aconteceram apenas com os participantes que iniciaram o estudo com pressão arterial elevada. Os autores do estudo observaram que as sementes de linhaça não pareceram diminuir a pressão arterial dos pacientes que iniciaram o estudo com leituras normais.

Outro estudo publicado no Jornal Europeu de Nutrição Clínica mostrou que o óleo de linhaça reduziu a pressão arterial de pacientes com dislipidemia − uma condição caracterizada por quantidades muito altas ou muito baixas de colesterol ou gordura no sangue.

Após 12 semanas de suplementação com óleo de linhaça, os pacientes apresentaram melhorias significativas em ambos os valores sistólico e diastólico, enquanto os pacientes do grupo de controlo, suplementados com óleo de cártamo, não exibiram tais ganhos.

Os especialistas alertam contra trocar os medicamentos para a pressão arterial por sementes de linhaça, por enquanto. É preciso efectuar mais testes em seres humanos. Mas podemos certamente acrescentar a hipertensão à lista de possíveis doenças contra as quais as sementes de linhaça podem ajudar a proteger. Até agora, descobriu-se que as sementes de linhaça eventualmente diminuem o risco de cancro da mama, inibem o crescimento e metástases de células cancerosas e neutralizam os danos causados pela radioterapia. 

http://undergroundhealthreporter.com/flax-seeds-for-hypertension/

  

publicado por Rui Vaz às 22:10
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS