Segunda-feira, 5 de Outubro de 2015

Tire proveito da raiz de bardana

Bardana (05-10-15)

Apostar em suplementos para preencher eventuais lacunas nutricionais na dieta diária é uma receita medíocre de saúde. Em vez disso, confie na raiz de bardana para ajudar a impulsionar o sistema imunológico, promover uma óptima saúde digestiva, e garantir uma pele radiante e saudável. Pode escolher entre mastigar a raiz terrosa, adicioná-la em pó aos batidos verdes, ou bebê-la como chá desintoxicante, mas tirar partido da raiz de bardana é uma dica de saúde a não perder!

Fora com os laxantes perigosos e as desintoxicações restritivas, e dentro com uma erva excepcional que tem sido usada, durante séculos, para aliviar dores de garganta, combater resfriados e aliviar problemas digestivos. Os praticantes da medicina tradicional chinesa usam a raiz de bardana para depurar as toxinas do sangue, e os ervanários louvam a raiz de bardana como um potente lutador contra o cancro. A evidência preliminar sugere que raiz de bardana pode mesmo impedir a metástase das células cancerosas. 

A raiz de bardana é uma erva amarga, originária da Europa e Norte da Ásia. Como outras ervas amargas (dente-de-leão e doca amarela), a raiz de bardana estimula as secreções gástricas e a produção de bile no fígado. O fígado remove as toxinas e impurezas do sangue, e a bílis é responsável por digerir as gorduras e metabolizar as hormonas. Ao estimular a produção de bílis, a raiz de bardana fortalece o fígado, facilitando um pouco a sua difícil tarefa de desintoxicação.

Tudo reside nos ingredientes. A raiz de bardana está repleta de esteróides vegetais que funcionam em sintonia com o fígado para metabolizar as hormonas, como o estrogénio, e restabelecer o equilíbrio hormonal, aliviando assim condições como mau humor, ansiedade e ganho de peso.

O nutriente mais famoso da raiz de bardana é uma fibra dietética chamada inulina. A inulina é um alimento de topo para a microflora intestinal. O intestino é composto por biliões de bactérias que mantêm os sistemas imunológico e digestivo prósperos e saudáveis. De facto, 80% do sistema imunológico é composto pelo microbioma diversificado no abdómen. Ao servir como alimento para as bactérias intestinais, a inulina ajuda a regular a inflamação e eliminar as toxinas do corpo.

A raiz de bardana também é um diurético natural que remove não só o excesso de água − diga adeus ao inchaço −, mas também elimina toxinas e ácidos do fígado e através dos rins. Desta forma, a raiz de bardana ajuda a curar doenças reumáticas, como gota e artrite.

A pele também beneficia com as propriedades desintoxicantes da raiz de bardana. Na Europa, o óleo extraído da raiz de bardana é um remédio popular para a calvície. Os proponentes dizem que os ácidos gordos e fitoesteróis na raiz de bardana podem melhorar a resiliência do cabelo e até mesmo eliminar a caspa à nascença.

A raiz de bardana é rica em antioxidantes e estimula a circulação na pele, quando é aplicada topicamente, contribuindo assim para a desintoxicação dos tecidos epidérmicos.

A raiz de bardana pode ser comida tal como uma cenoura − crua, cozida no vapor ou refogada. Pode encontrá-la na secção dos produtos frescos, às vezes disfarçada com o nome “raiz gobo”.

Se não lhe agradar o sabor, obtenha a sua dose de bardana sob a forma de pó ou tintura, ou beba chá de raiz de bardana por conveniência e facilidade.

Como todas as ervas medicinais, a raiz de bardana é potente e pode interagir com outras ervas e medicamentos. Fale com um profissional de saúde, antes de tomar qualquer suplemento de raiz de bardana.

http://undergroundhealthreporter.com/5-minute-health-tip-benefit-from-burdock-root/

  

publicado por Rui Vaz às 22:12
link do post | favorito (1)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS