Segunda-feira, 3 de Agosto de 2015

Urtiga para as dores e a artrite

Sabia que esta planta espinhosa pode aliviar a dor de forma tão eficaz como os comprimidos de receita médica?

Pode parecer improvável que uma planta conhecida como urtiga tenha a capacidade de aliviar a dor nas articulações, mas os estudos mostram que é exactamente isso que a urtiga faz.

A urtiga (Urtica dioica) deve o seu nome aos pêlos minúsculos e duros que a cobrem. Estes pêlos libertam substâncias químicas irritantes quando são tocados, mas se for aplicada numa área dolorosa do corpo, a urtiga acalma a dor com rapidez e segurança.

Os estudos sobre a utilização da urtiga para tratar a artrite e dores musculares têm sido feitos em pequena escala, mas os resultados são bastante promissores:

  • Quando os participantes num estudo sobre a dor articular foram solicitados a avaliar a eficácia da urtiga, 94% disseram que o tratamento tinha sido “muito útil”.
  • Vários participantes até se consideraram curados!

Os cientistas sugerem dois mecanismos possíveis para explicar como é que o uso tópico da urtiga alivia a dor:

  • A urtiga reduz os níveis das substâncias químicas inflamatórias
  • A urtiga interrompe a transmissão dos sinais dolorosos do corpo

A urtiga também pode operar internamente para tratar a dor. Um ensaio aberto multi-clínico comparou a urtiga com drogas anti-inflamatórias não esteróides (AINE) para o tratamento de artrite. O ensaio, que envolveu 219 pacientes, mostrou que a urtiga poderia causar efeitos similares, não só na redução da dor mas também na imobilidade.

Um estudo separado comparou a urtiga com um analgésico clínico e, mais uma vez, a urtiga provou ser equivalente ao medicamento.

Metade dos participantes no estudo tomou a dose normal de 200 mg do medicamento, enquanto a outra metade tomou apenas 50 mg do fármaco em combinação com folhas de urtiga cozidas.

Usando tanto medidas objectivas como subjectivas, os pesquisadores mostraram que a combinação da urtiga e um quarto da dose padrão do medicamento foi tão eficaz como a dose normal de 200 mg. Os autores observaram que era muito improvável que 50 mg do fármaco produzissem “um efeito tão profundo”, especialmente tendo em conta que a pesquisa anterior tinha mostrado que uma dose de 75 mg não foi capaz de aliviar as dores da artrite.

Não há uma fonte mais densa de nutrição no planeta do que a urtiga, nem mesmo as algas azul-esverdeadas. Além de possuir toda a gama completa de vitaminas, a urtiga também é rica em minerais essenciais, como o selénio anticancerígeno, o enxofre potenciador imunológico, o zinco que aguça a memória, o crómio anti-diabético e o boro fortalecedor ósseo.

Apesar da riqueza de nutrientes que oferece, a urtiga costuma ter um preço bastante razoável. A opção mais económica é comprar logo uma boa quantidade. Susun Weed, uma especialista em saúde natural e fitoterapia, recomenda consumir pelo menos 30 gramas de urtiga, a fim de ter acesso ao seu verdadeiro poder. Weed dá a seguinte receita para uma infusão de urtiga: “Pese 30 g de urtigas secas. Ferva um litro de água. Coloque a erva seca num frasco de litro e encha até cima com água a ferver. Mexa com uma colher de pau e adicione água até o frasco estar completamente cheio. Tape bem e deixe fermentar durante pelo menos quatro horas, ou durante a noite, como lhe for mais conveniente”. 

http://undergroundhealthreporter.com/stinging-nettle-for-aches-and-pains-and-arthritis/

 

publicado por Rui Vaz às 19:10
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS