Terça-feira, 29 de Setembro de 2015

Vitamina C

Vitamina C (29-09-15)

Dose diária: 200 mg

A vitamina C é conhecida pelas suas propriedades imuno-estimulantes, mas gostaria de dar mais um motivo para tomar este poderoso antioxidante: é essencial para a boa saúde do cérebro. Com uma estrutura molecular semelhante à glicose, o combustível do cérebro, a vitamina C atravessa facilmente a barreira hematoencefálica. Há uma grande concentração de vitamina C no fluido ao redor dos neurónios no cérebro. Isso faz sentido − a vitamina C regenera ou aumenta a eficácia de outro antioxidante que é importante para o cérebro, a vitamina E. Sem uma quantidade suficiente de vitamina C, o cérebro vai ficar mais vulnerável ao ataque dos radicais livres e à espiral descendente que leva a uma função cerebral diminuída e baixa qualidade de vida. Os pequenos problemas de memória e função cognitiva que começam na meia-idade são um sinal de que o cérebro está sob ataque dos radicais livres. A vitamina C é uma ferramenta importante para parar e reverter alguns dos danos que já aconteceram e para evitar danos futuros. 

Há provas convincentes de que simplesmente tomar suplementos antioxidantes agora irá proteger contra o envelhecimento cerebral mais tarde. O estudo Honolulu sobre o envelhecimento, abrangendo quase 3400 homens nipo-americanos, descobriu que os homens idosos que tomaram suplementos de vitamina C e vitamina E, pelo menos uma vez por semana, ficaram protegidos contra a demência vascular, causada pelo deficiente fluxo sanguíneo para o cérebro, e tiveram melhor desempenho em testes de memória do que os homens que não tomaram vitaminas C e E. Os homens que tomaram ambas as vitaminas C e E, durante muitos anos, tiveram resultados significativamente melhores no teste do que aqueles que as tomaram mais tarde na vida. Os homens que tomavam regularmente suplementos de vitaminas C e E tinham 88 por cento menos probabilidade de desenvolver demência vascular do que aqueles que não tomavam. A demência vascular não é uma doença rara − é a principal causa de senilidade, precedida apenas pela doença de Alzheimer. Se basta tomar alguns comprimidos por dia para reduzir drasticamente o risco deste problema surgir, por que não fazê-lo?

De:  “The Better Brain Book” − David Perlmutter (Riverhead Books, 2004) 

  

publicado por Rui Vaz às 15:12
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS