Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015

Vitamina E

Vitamina E (08-10-15)

Dose diária: 200 UI (130 mg)

Nota: Compre sempre d-alfa tocoferol e não dl-alfa tocoferol, uma vez que o último é sintético e muito menos activo biologicamente.

A vitamina E é uma verdadeira “pílula inteligente”. As pessoas inteligentes tomam vitamina E para prevenir o envelhecimento do cérebro, e as pessoas que tomam vitamina E ficam mais inteligentes à medida que envelhecem. Pesquisadores no Projecto de Saúde e Envelhecimento de Chicago relataram que os idosos (acima de 65 anos) que consumiam os níveis mais altos de vitamina E, a partir de alimentos ou suplementos, tinham a função mental de pessoas oito a dez anos mais jovens, em comparação com aqueles que consumiam pouca vitamina E. Por outras palavras, tomar vitamina E pode fazê-lo adquirir uma década de capacidade cerebral. É por isso que penso que todos devem tomar este poderoso antioxidante, diariamente. 

A vitamina E é uma vitamina lipossolúvel, o que significa que pode entrar em partes da célula − nomeadamente, a membrana celular − que não são acessíveis a outros antioxidantes. Uma vez que o cérebro é composto por mais de 60 por cento de gordura, a vitamina E desempenha um papel vital na protecção das células cerebrais contra o ataque dos radicais livres. A vitamina E também inibe a via biológica que desencadeia a inflamação, que é um factor causal, se não um agravante, na maior parte das doenças crónicas, incluindo aquelas que provocam a degeneração cerebral.

As evidências que apoiam o papel da vitamina E como um poderoso protector do cérebro são esmagadoras. Um estudo de 1997, publicado no Jornal de Medicina de New England, relatou que a vitamina E funcionou melhor do que um medicamento vulgarmente prescrito para retardar a progressão da doença de Alzheimer. Neste estudo de referência, deu-se 1000 UI de vitamina E, ou selegilina (um inibidor da monoamina oxidase), ou uma combinação de vitamina E e selegilina, ou um placebo, diariamente durante dois anos, a 341 pacientes com doença de Alzheimer inicial de gravidade moderada. Após dois anos, os pacientes que tomaram apenas vitamina E tinham um risco 53 por cento menor de alcançar a fase mais grave da doença de Alzheimer do que aqueles que tomaram o placebo. Aqueles que tomaram apenas o medicamento tinham um risco 43 por cento menor, e aqueles que tomaram o fármaco e a vitamina E tinham um risco 31 por cento menor. A vitamina E é o vencedor claro.

Pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, e outras instituições analisaram os dados de dieta e saúde do famoso Estudo Longitudinal de Envelhecimento de Baltimore. Concentraram-se em 579 participantes, todos com mais de 60 anos. Durante um período de nove meses, 10 por cento dos indivíduos desenvolveu a doença de Alzheimer. Aqueles que consumiam a maior quantidade de vitamina E na dieta tinham o menor risco de desenvolver a doença de Alzheimer.

Mesmo se não está preocupado agora com a doença de Alzheimer, tenha em mente que, se viver o suficiente, tem uma probabilidade de 50 por cento de contrair esta enfermidade debilitante do cérebro. Tomar diariamente um suplemento de vitamina E não só irá manter o seu cérebro mais jovem, mas vai reduzir significativamente o risco da doença de Alzheimer.

Vitamina E (saúde) (08-10-15)

De:  “The Better Brain Book” − David Perlmutter (Riverhead Books, 2004)

  

publicado por Rui Vaz às 15:12
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.temas principais

  • Anti-envelhecimento
  • Fitoterapia
  • Nutrição

  • Receitas
  • Saúde mental
  • Suplementos
  • Terapias
  • .posts recentes

    . Exercício físico

    . Cinco analgésicos perigos...

    . Exercício da serpente par...

    . Frango com vinagrete de m...

    . A manteiga faz mal à saúd...

    . O perigo das garrafas plá...

    . Alimentos que queimam gor...

    . Chá de pimenta-caiena

    . Relaxe: Controle o estres...

    . As sementes de damasco pr...

    . Cúrcuma para a depressão

    . Frango com limão

    . Sistema físico ideal de t...

    . Mantenha um diário de gra...

    . Problemas do sono

    . É seguro cozinhar com aze...

    . Schisandra: o fruto silve...

    . “Cereais” rápidos e croca...

    . Como fazer um lift facial...

    . Combata a postura sentada...

    .arquivos

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    .tags

    . anti-envelhecimento

    . anti-inflamatório

    . antibiótico natural

    . anticancerígeno

    . antioxidante

    . cancro

    . cérebro

    . colesterol

    . desintoxicação

    . doença cardíaca

    . doença de alzheimer

    . estresse

    . exercício físico

    . facto ou mito

    . fitoquímico

    . fitoterapia

    . nutrição

    . óleo essencial

    . ómega-3

    . químico tóxico

    . receita sem glúten

    . suplemento

    . terapia

    . toxina

    . vitamina

    . todas as tags

    .links

    RSS